A reportagem e os urubus.

Fomos pegos com surpresa e indignação pelos acontecimentos da última semana. Uma situação que não é rara nos Estados Unidos, mais que aqui no Brasil, nos sentíamos livres. Um indivíduo que invade uma escola e atira em crianças, sem nenhum sentido. É chocante, nos deixa a todos muito abalados e tentando entender os motivos, a razão para tal absurdo. Esse é o fato, é real, aconteceu e é notícia. No entanto eu fico me perguntando se a forma como os meios de comunicação lidam com essa notícia tem a intenção única de informar ou essa é só uma mina de ouro que precisa ser explorada, garimpada até a última grama. Há uma semana todos as noticias em jornais, TVs, são no sentido de dissecar até o último detalhe da tragédia. Entrevistas com as vítimas, parentes, amigos, vizinhos até o bicho de estimação está valendo. Reportagens longas com direito a fundo musical cuidadosamente escolhido para emocionar e alavancar a audiência.Uma verdadeira biografia do assassino é mostrada dia a dia, fotos, vídeos, transformando o mesmo numa celebridade instantânea. Ora, será que não era esse um dos objetivos do criminoso? aparecer, ser reconhecido? mesmo que desta forma torpe?
        Então nós estamos mostrando a outros malucos, como ele, que essa tática funciona. Fazer barbaridade faz aparecer na TV, ficar famoso e reconhecido. Não estamos dando a receita para outros desequilibrados que pululam por ai? Eu, por minha vez, me recuso a ser mais um a elevar a audiência dessas “notícias”.  



Veja Também:

O que é realmente importante?
Tem Mulher na área?
Mistérios, Segredos e Teoria da Conspiração

ARTIGOS RELACIONADOS

2leep.com