Frases e expressões da vovó Irá (I-I, R-A RÁ)

O título pode soar um pouco estranho, admito. Possivelmente depois de o ler, você tenha se deparado com uma pequena interrogação: o que é I->I, R-A-> RÁ? Pois bem, nada mais justo que dedicar algumas linhas a fim de esclarecer esse mal entendido.
Há anos ensinava-se, nas escolas, a soletrar de uma forma um pouco diferente da qual hoje estamos acostumados. Um pequeno exemplo, para ilustrar: para soletrar a palavra CASA, os alunos deveriam pronunciar "C-A-> CA, S-A ->SA". As letras eram pronunciadas separadamente, em cada silaba e, por fim esta última era proferida por completo, até terminar a palavra.
Sempre considerei esta maneira um pouco complicada (talvez pelo fato de ter aprendido de outra forma), mas foi assim que Dona Irá se familiarizou com as palavras.
Certamente, após ler o parágrafo acima, você já tenha matado a charada. Sim, "I->I, R-A-> RÁ" é a maneira antiga de soletrar Irá. O que tem, no entanto, de especial esta senhora para que eu esteja aqui escrevendo sobre  isso? Além de ser minha amada Avó, ela nos presenteia diariamente com expressões que são verdadeiras pérolas, fazendo-nos rir bastante. Como não sou egoísta, gostaria de compartilha-las aqui.
Bem... Chega de rodeios. Não quero tornar o texto cansativo (e talvez já o fazendo). Vamos ao que interessa!

Alabuá: Diz-se que uma pessoa é alabuá quando costuma fazer as coisas de forma incompleta, mal feita, de qualquer jeito.

Veloz HP: Na verdade não sei ao certo o que significa. Nem Dona Irá consegue explicar o que quer dizer. Lembro-me que, certa feita, haviam muita jabuticabas na geladeira e que de um dia paro o outro sumiram, ou melhor, meu pai as comeu! Quando ela descobriu, disse para mim: "teu pai e um veloz HP". Foi a primeira vez que a ouvi falar isso.

Desalotado: Se você é bagunceiro ou, por acaso, costuma guardar algo e depois não se lembra onde colocou, então essa palavra pode ser utilizada para te caracterizar.

Raio da Cilibrina: Uma criança hiperativa, travessa, daquelas que costumam dar nó em pingo de éter.

Arrumar o galo de briga: Essa é muito comum em dias de viagens; Trocando em miúdos, é o mesmo que arrumar as malas ou se preparar para sair.

Café sem concerto: Quando uma pessoa é teimosa, cabeça dura e não costuma seguir concelhos, ela é café sem concerto. Meu avô - o marido de Irá - é quem mais sofre com essa expressão.

Palhaço com aço: Sem dúvidas, a mais clássica. Quando ela se torna alvo de uma brincadeira ou piada, revida: "Você é um palhaço com aço! eu deveria tirar o telhado da casa e colocar uma lona, para isso aqui virar de vez um circo!!!"

Pateta 70: Quando resolve mudar o repertório, ela usa essa expressão em lugar do "palhaço com aço". A única coisa que não entendo é o 70. Por que não 55, 23 ou, quem sabe, 84?

Cutucar a onça com vara curta: É assim que ela costuma alertar que sua paciência já está se esgotando. Cuidado!

Olha o teu couro, porque não dá um tamborim: A fim de não se tornar repetitiva ela usa essa aqui para substituir a cutucar a onça com vara curta.

O que é que alho: Geralmente responde assim depois que chamamos o nome dela.

Acabado de guerra: Depois de um longo dia, atacada pelo cansaço, é assim que ela diz que se encontra. "acabada de guerra".

Até o cú fazer bico: Essa por um triz não foi censurada. Equivale a muito, excessivamente. Tem função aderbial. Exemplo: Hoje vou comer até o cú fazer bico.

Quem te matou foi a língua: Se ouve fofoca, intriga, afirmação contundente, juízo de valor, assim ela adverte.

Ah parteira ingrata: que cortou o umbigo ao invés de cortar o pescoço: Não, não é uma apologia a violência, mas quer dizer que se a parteira não tivesse se equivocado (e graças a Deus por isso), Dona Irá não teria que aturar as piadinhas de seu interlocutor.

Brôco: O mesmo que descuidado, desatento, displicente. Um tonto quanto pejorativo, é verdade.

Cão chupando manga: Equivale a alguém que está sempre, ganhando, na frente dos outros, fazendo uma coisa fora do comum, que tem sempre uma carta na manga e costumam ser uma caixinha de surpresa.

Cão de caçolão: O mesmo significado do cão chupando manga.

E então? Vocês já conheciam algumas destas? tem o mesmo significado? conhecem outras interessantes? podem comentar aqui.

Texto de Bruno de Souza Prazeres (Neto de Dona Irá).


Veja Também:

Aqui, É Assim Que Se Fala
Ditos de Tizangara
Frases do Futebol
Postar um comentário