Aqui, É Assim Que Se Fala.

O Brasil é um país continental que engloba uma vasta diversidade cultural. A sua grande extensão territorial e a colonização proviniente de vários povos vindos de lugares e com culturas distintas (portugueses, espanhóes, italianos, japoneses, alemães, árabes, africanos, índios nativos, dentre outros), permitiram essa vasta riqueza cultural. Assim, cada região, e alguns estados em particular, apresentam peculiaridades na música, dança, culinária, religião, vestimenta e no linguajar.

Cada canto do país tem uma palavara ou outra, um ditado, uma expressão de uso corrente e que as vezes não são conhecidas em outros lugares do país.

O Nordeste e a Bahia dispõem de um vocabulário que, é as vezes,  de díficil entendimento para quem não é da terra.

Vamos a algumas dessas expresões do vocabulário Nordestinês e Baianês:

Baiano/Baiana:

Não acompanha casal de namorados; “segura vela”
Não aborrece, sacaneia; “intica”
Não aperta, “arroxa”
Não bate; “senta-le a mão”
Não bebe um drink; “toma uma”
Não briga; “Quebra o pau”
Não bebe cachaça; “come água”
Não conserta; “imenda”
Não conta mentira, conta “culhuda”
Não dorme; “tira uma madorna”
Não dá volta;  “arrudeia”
Não dá bronca; “dá carão”
Não diz xiii! Poxa!; diz “Oxe” ou “Oxente”
Não é sortudo; é “cagado”
Não é homem;  é “macho”
Não é sem vergonha; é “desassuntado”
Não é simples; é “fuleiro”
Não é desarrumado, mal feito; é “armengado”
Não faz baixaria; faz “nigrinhagem” (aqui tem preconceito, apesar da Bahia ser a terra mais negra do Brasil, Graças a Deus)
Não fica solteiro; fica “solto na bagaceira”
Não fica satisfeito quando come; “enche o bucho”
Não fica grávida; fica “prenha”
Não fica bravo; fica “virado no cão”
Não monta um pequeno comércio; monta um “cacete armado”
Não ouve barulho; ouve “uma zuada”
Não percebe; “dá fé”
Não quebra algo; “tora”
Não se dá mal; “se lasca todinho”
Não se apaixona; "arreia os pneus"
Não sai apressado;  sai “desembestado”
Não se irrita; se “reta” ou se “arreta”
Não se machuca; se “estrompa”
Não toma água com açúcar; toma "garapa"
Não tem diarréia; tem “caganeira”
Não tem dor no peito; tem “espinhela caída”
Não treme ou tem medo; tem “caruara”

Veja também:

Frases e expressões da vovó Irá (I-I, R-A RÁ)
Frases do Futebol
Ditos de Tizangara
Postar um comentário