Ninguém Merece

O que vemos frequentemente nos noticiários de TVs e jornais sobre os políticos brasileiros e sua ações, é de envergonhar qualquer um, digo, qualquer um que tenha vergonha.
São notícias sobre falcatruas, corrupção, desmandos, falta de decoro, falta de ética, legislação em causa própria, mal feito, como gosta de dizer nossa presidente, e até crimes comuns. Enfim parodiando o ex-governador baiano Octavio Mangabeira que dizia: "Pense num absurdo, na Bahia tem precedente", eu diria: "pense num absurdo, numa coisa escabrosa, vergonhosa, estarrecedora, na política brasileira, no congresso brasileiro, há precedente"

Vejamos exemplos de algumas dessas notícias:

D24AM Portal de Notícias do Amazonas :
"Nos últimos 12 anos, o salário mínimo do trabalhador brasileiro aumentou R$ 409, enquanto, no mesmo período, os salários dos deputados federais e senadores aumentaram 44 vezes mais, os dos deputados estaduais 33 vezes mais e os dos vereadores de Manaus 25 mais."
"Até 1998, a Constituição Federal vedava que deputados aprovassem leis tratando dos próprios salários. A Emenda Constitucional 19, de 1998, alterou o artigo o trecho que trazia a vedação. Desde então, a legislação diz que os salários dos parlamentares do Congresso Federal serão definidos por eles mesmos, gerando efeito ‘cascata’ para deputados estaduais e vereadores."

R7
"Os vereadores de Campos do Goytacazes, no norte do Estado do Rio de Janeiro, aprovaram por unanimidade na noite de terça-feira (13) o aumento do número de parlamentares no município de 17 para 25. A decisão vale para a próxima eleição, em 2012."

R7
"Mais de 20 milhões de brasileiros trabalharam a vida inteira para conseguir o que alguns políticos alcançam em dois anos de mandato: a tão sonhada aposentadoria. Em pouco mais de um século de República, o Brasil já conseguiu engordar a conta bancária de ex-autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário. Apesar de apresentar menor número que os assalariados da iniciativa privada, essa casta de aposentados consegue ser bem mais onerosa para a nação graças aos benefícios que o Estado garante, estendendo também as bondades aos parentes dessas autoridades."

Estadao.com.br
"As benesses dos ex-deputados federais e ex-senadores não se restringem às boas aposentadorias, conforme revelou o Estado na semana passada. Ex-parlamentares contam com um sistema privilegiado de saúde. Na Câmara, os deputados aposentados têm direito a um plano de saúde familiar ao preço de R$ 280 por mês. No Senado, a mordomia é maior: ex-senadores usufruem pelo resto de suas vidas de um sistema de saúde bancado pelos cofres públicos. Os senadores no exercício do mandato não têm limite de gastos com saúde."

Congressoemfoco
Quanto custa um parlamentar?
Total mensal Deputado
Valor mínimo R$ 99.545,22 máximo: R$ 115.015,13
Total mensal Senador
valor mínimo R$ 120.317,29 máximo: R$ 148.853,87

RDNEWS - Notícias e Bastidores da Política em Mato Grosso
"Pense num trabalhador que ganha nada menos que quase 53 salários mínimos, ajudas de custo variadas de mais de R$ 100 mil e ainda têm direito a férias de dois meses. Esse é o congressista brasileiro, que, enquanto concedeu a si próprio um reajuste salarial de 62%, elevando seus vencimentos de R$ 16,5 mil para R$ 27 mil, uma diferença, portanto, de R$ 10,5 mil, aprovou um aumento de apenas R$ 30 reais para o salário mínimo."

Mas chega de notícia desagradável.
O motivo desse post é um e-mail que recebi, falando sobre essa afronta ao povo brasileiro que é a atual postura da política e dos políticos brasileiros.
Eu reproduzo aqui as ideias desse texto e de antemão afirmo que concordo plenamente com essas ideias:


Lei de Reforma do Congresso de 2011 (emenda da Constituição do Brasil)

1. O congressista será assalariado somente durante o mandato. E não terá aposentadoria proveniente somente pelo mandato.

2. O Congresso contribui para o INSS. Todo a contribuição (passada, presente e futura) para o fundo atual de aposentadoria do Congresso passará para o regime do INSS imediatamente. O Congresso participa dos benefícios dentro do regime do INSS exatamente como todos outros brasileiros. O fundo de aposentadoria não pode ser usado para qualquer outra finalidade.

3. Congresso deve pagar seu plano de aposentadoria, assim como todos os brasileiros.

4. Congresso deixa de votar seu próprio aumento de salário, e o salário dos congressistas deve ter como base o salário mínimo. Assim o salário dos congressistas só poderá aumentar se antes o salário minimo for reajustado.

5. Congresso perde seu seguro atual de saúde e participa do mesmo sistema de saúde do povo brasileiro.

6. Congresso deve igualmente cumprir todas as leis que impõem ao povo brasileiro.

7. Servir no Congresso é uma honra, não uma carreira. Parlamentares devem servir os seus termos (não mais de 2), depois ir para casa e procurar emprego. Ex-congressista não pode ser um lobista.

8. Acaba o recesso parlamentar , e este deverá ter apenas 30 dias de férias no ano, como todo brasileiro

9. Acaba com o auxílio paletó e auxilio moradia, e todo parlamentar terá que arcar com as despesas de suas roupas e de sua moradia, como qualquer brasileiro.


As pessoas precisam se mexer. Nós precisamos nos mexer. Se não fizermos nada, esses caras não vão parar. O que podemos fazer então? Reclamar, botar a boca no mundo já é um começo. Se possível reproduza esse post.

Quer ver a diferença entre um parlamentar brasileiro e um sueco veja esse vídeo:




Veja Também:

Relação entre ratos e pobreza
O Real e o Ideal
Quem confia?
Postar um comentário