Manter a Criança Esperança

Há uns 20 anos, eu via esses programas como criança esperança e Teleton com muita empolgação. Ficava na frente da TV, me emocionando com cada história triste e torcedo para que houvesse uma arrecadação grande para ajudar muito mais pessoas.

Não, eu não fiquei insensível, mas eu passei a olhar esses eventos com olhos mais críticos.
No programa da Globo, por exemplo, o que é gasto com a produção é, provavelmente, mais do que arrecada com as doações. Tem ali muito marketing. A presença da atriz do personagem que estréia na novela no dia seguinte. Tudo é muito bem planejado com objetivos claros, na elevação da audiência.

Provavelmente é assim mesmo que tem que funcionar.
A globo faz a parte dela, se tiver retorno com isso. É justo.
Será que estou criando alguma teoria da conspiração? Será que estou sendo demasiado rigoroso?
Não sei. Na dúvida, faço a minha pequena contribuição.
O fato é que era muito mais simples quando eu via a coisa toda de forma mais inocente.
Então, viva os inocentes.



Veja Também:

Segredos do Brasil
Brasil em último?
Presidente ou Presidenta?
Postar um comentário