Todos iguais

Há algum tempo não posto nada por aqui. Mas por mais que se evite ouvir ou ler notícias sobre a política e os políticos desse nosso Brasil, os absurdos, os desmandos, a falta de comprometimento com os desejos da população são tão frequentes que é praticamente impossível se manter distante.

Dessa vez, o que fez renovar o meu sentimento de descredito total com os senhores políticos, foi a eleição do Senador Renan Calheiros para a presidência do Senado. 

Renan Calheiros, que já foi presidente do Senado entre 2005 e 2007, e saiu de lá após ter renunciado ao cargo por estar atolado em denuncias de corrupção e esta sendo agora denunciado pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal pelos crimes de peculato (desvio de dinheiro público), falsidade ideológica, e uso de documento falso "Revista Época"

Mesmo com esse brilhante currículo, os seu colegas de Senado o elegeram com 56 votos a favor contra 18 para o concorrente (que não conheço, mas pelo que vejo dos políticos em geral, não deve ser grande coisa também), além de dois senadores que votaram em branco e dois senadores votaram nulo.

O que me faz pensar:

Se os senadores escolhem um cara com um currículo desse para presidi-los, é porque é assim que eles são, é assim que eles querem que as coisas continuem, é assim o Senado.




Vejam Também:

Ratos no Senado
Como proteger o galinheiro das raposas
Eleições: Em quem Votar?


Postar um comentário