Em Forma de Poesia

Banco Poético
Essa eu li no Portal IG, e como achei muito diferente e original estou postando aqui, como uma curiosidade.
Não se trata de propaganda do banco, nem conta eu tenho lá. Também não é pelo primor ou qualidade poética, mas pela originalidade e bom humor de um cliente, que através da página do banco na rede social Facebook, fez uma consulta/pedido em forma de poesia, e o mais interessante, divertido e simpático foi a resposta do banco, digamos, "na mesma moeda" também em forma de poesia.
Abaixo a transcrição do pedido do cliente e a seguir a resposta do banco:



Cliente:

"Banco Bradesco querido
Quisto por mim e os meus
Tens sua morada paulista
Bem na Cidade de Deus


Vejam que bela homenagem
O próprio Deus Concebeu
Para a sua Cidade
O vosso banco escolheu


Eu até que me poria
Em alta colina à bradar
Peito banhado em Verdade
Bradesco em primeiro lugar


Mas venho por outro motivo
O que findou meu sorrir
Para por fim ao martírio
Um favor vou lhe pedir


Plena falta de cuidado
Digna de um Jabuti
Fazendo compras no mercado
O meu cartão eu perdi


Antes que eu passe fome
Faço a solicitação
Ao meu banco preferido
Preciso de outro Cartão!"



Resposta do Banco:

"Caro querido cliente
Para você ter outro cartão
à sua agência deve ir pessoalmente


Mas não será por motivos fúteis
Você irá cadastrar uma nova senha
e seu cartão chegará em até 7 dias úteis


Agradecemos a sua compreensão
E sempre que precisar
Pode contar com a nossa colaboração"


De qualquer, forma se você não gostou da poesia, pelo menos ficou sabendo o que fazer se perder o cartão.




Veja Também:

Filosofia Popular
Piadas sem preconceito?
Classificação do conhecimento em informática
Postar um comentário