E agora?

De volta as origens.
O Blog que começou com o objetivo de externar algumas opiniões e descontentamentos com várias situações do país, aos poucos foi se transformando em uma coisa mais divertida e com menos ruminações, Não estou reclamando ou me queixando, está bem como está.
No entanto, 3 coisa me fizeram voltar a ruminar:


A primeira foi quando li, a uns dez dias, que os "juizes" decidiram, eles próprios, distribuir, para eles próprios, ajuda alimentação, mas não é só, essa ajuda é retroativa a 2004 (é isso mesmo cada juiz receberá cerca de R$ 64.000,00 somente do retroativo). Mas tem mais. Essas coisas são feitas, secretamente, mudando regras, pisando em leis, desconsiderando jurisprudências.
Quer ver mais? leia em TCU dá auxílio-alimentação a 4,9 mil juízes federais e do Trabalho.
Não sou contra  bons salários e direitos, mas você tem esses direitos? e se não tem, pode votar, na surdina, com seus coleguinhas de trabalho e instituí-los?

Segundo, vi um vídeo com o desabafo de um jornalista de Santa Catarina feito já ha algum tempo. Na verdade não conheço o jornalista e o pouco que li sobre o mesmo mostra que é bastante polêmico, com opiniões fortes e nem sempre fáceis de digerir, não estou concordando com todas as suas opiniões que de fato nem as conheço e portanto me concentro neste comentário do vídeo, com essa indignação mostrada sobre este assunto específico e com o qual eu me identifiquei.
Concordo com o que foi dito e estou dizendo o mesmo aqui.
Vejam o vídeo:


                          


E terceiro e mais importante, as manifestações que estão ocorrendo Brasil afora. Organizadas para desestabilizar o governo? intriga da oposição? reação das elites? baderna? população cansada? sopro de vida? reação a tanto desmando?
Não sei do que se trata.
Mas com certeza há 2 versões. Uma para cada lado da moeda. Cada um de sua posição vê da forma que lhe convém.
Por minha vez, fico muito preocupado e ao mesmo tempo feliz por perceber que ainda existe reação, poder de se indignar com tanto desmando. E preciso que as pessoas abram os olhos.

Como diria o grande cantor e compositor "Zé Ramalho" na música "A terceira Lâmina":

"Acho bem mais do que pedras na mão, dos que vivem calados, pendurados no tempo"

Cuidado!


Veja Também: 

Ninguém Merece
Ratos no Senado
Aqui não é como lá.
Postar um comentário